XVIII Jornada: Arquiteturas da destruição – Democracia em risco, psicanálise em xeque?