V Jornada — 2006

O Mal em Questão — RJ (2006)

O mal se põe em questão: em todas suas formas de expressão, quer nas mais tradicionais como sofrimento, dor e morte, quer nas mais contemporâneas, como violência, desigualdade e exclusão. Surpreende-se uma positividade, insuspeitada na perspectiva do mal como ausência do bem. A contemporaneidade, através de seus operadores culturais, principalmente a mídia, busca através da proliferação de simulacros, a banalização da questão. Por outro lado os recursos da reflexão mostram-se fragilizados, diante do esvaziamento do símbolo, sem possibilidade de remanejamentos no campo simbólico. Em sua clínica, os psicanalistas têm de lidar diariamente com subjetividades estruturadas com esses elementos e que, nas vicissitudes de suas demandas de felicidade, deparam-se com a paradoxal exigência de trilharem um percurso na dimensão do mal-estar. Inscrita na tradição do pensamento trágico, a psicanálise seria nessas circunstâncias um pensamento do mal? Busca-se no discurso de outras áreas de saber, os diálogos que se fazem necessários para tal empreitada.

11, 12 e 13 de maio de 2006

AUDITÓRIO DO SENAC — Rua Pompeu Loureiro, 45 — Copacabana

Quinta-feira, 11 de MAIO (2006)

18h30 – Recepção aos inscritos

19h30 – Abertura:
Carlos Castellar

19h45 – Conferência de abertura:
Fábio Lacombe
Mediador: Cecília Boal

20h30 – As formas do mal
Beth Costa
Isabel Fortes
Gilberto Rocha
Mediador: Suzana Neves

Sexta-feira, 12 de MAIO (2006)

09h30 – Psicanálise: pensamento do mal?
Márcio Tavares D’Amaral
André Martins
Pedro Cattapan
Mediador: Marisa Cherubini

11h30 – Bem me quer, mal me quer: as novas formas de amor e de relações eróticas
Ana Lila Lejarraga
Carlos Alberto Barreto
Mediador: Marisa Schargel Maia

13h00 – Intervalo para o almoço

14h00 – Conferência: O papel da mídia na banalização do mal
Muniz Sodré
Mediador: Elizabeth Donnici

16h00 – Vazio ou remanejamento do campo simbólico?
Marcus André Vieira
Maria Regina Prata
Izabel Szpacenkopf
Mediador: Maria Thereza Costa Barros

18h00 – Coffee break

18h30 – Os escritos do mal
Augusto Boal
Evando Nascimento
Denise Portinari
Mediador: Maria Regina Prata

Sábado, 13 de MAIO (2006)

10h00 – Conferência: Cidadania e desigualdade social no Brasil
Frei Betto
Mediador: Carlos Alberto Barreto

12h00 – O gozo e a morte
Paulo Sérgio Duarte
Lula Wanderley
Nelma de Mello Cabral
Mediador: Zelia Villar

14h00 – Intervalo para o almoço

15h00 – Os limites da vida: biopolítica e eutanásia
Juan Llerena
Vera Portocarrero
Margarida Cavalcanti
Mediador: Júlio Bandeira de Mello

17h00 – Da crueldade
Chaim Samuel Jatz
Jorge Veschi
Simone Perelson
Mediador: Priscila Magalhães

18h30 – Intervalo

19h00 – Conferência de encerramento:
Joel Birman
Mediador: Maria da Salete Sales