Tardes Polêmicas – 26/10

DIA 26/10 – Sexta-feira às 16h30
ENTRADA FRANCA

Como manejar o singular do pagamento na análise?

Eduardo Lucas Andrade

Psicanalista e escritor, membro EBEP/RJ.

O pagamento que pode passar pela via do dinheiro na análise se ganha dimensão da posição do sujeito. Pagar é ato. Deste modo, insurgindo a lógica capitalista a análise faz sua singular trilha conforme Freud aponta, sem modelo na vida real. Como manejar este tabu que é o pagamento no singular de cada caso? O quê se paga? Pelo o quê se paga? Como as crianças pagam? E na psicose? Convênios? Planos de saúde? Estas e outras questões serão levantadas, tecidas em casos clínicos e em vários teóricos?