Conferência – 10/05

DIA 10/05 – Quinta-feira às 20h30
ENTRADA FRANCA

Proibida a entrada de pessoas da classe média – (Pobres só a serviço)

Victor Arruda

Professor, desenhista, gravador e pintor. A convite de Oscar Niemeyer, pintou o painel do foyer do teatro do Memorial da América Latina, São Paulo, em 1989. Em 2011 publicou um livro, organizado por Adolfo Montejo Navas, que constitui um inventário sobre sua extensa obra. Atualmente expõe no MAM-RJ, até 17 de junho.

O título da conferência “Proibida a entrada de pessoas da classe média – (Pobres só a
serviço)” faz parte de um dos inúmeros trabalhos de Victor Arruda em que aparece
fortemente a questão da espantosa discriminação das classes médias brasileiras em
relação àqueles que identifica como “o povo”, aquele que está abaixo na escala social
e do qual é imperioso me separar mediante signos distintivos de poder, rebaixando-o.

Ao longo de toda a obra de Victor surge, com muito humor, uma crítica a essa
conformação social e aponta-se, incisivamente, para o cinismo presente no ódio da
classe média a esse “povinho” inculto, afeito às insurgências livres de Eros, nunca
domesticado pela normalização de um Estado de Bem Estar Social que jamais existiu
no Brasil.

Temos certeza que uma viagem conversada que será feita pelo artista nessa conferência sobre sua obra certamente trará belos subsídios para a discussão dessas formas de subjetivação presentes na sociedade brasileira.

Victor está atualmente com uma grande exposição no MAM – Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro:

ARRUDA, Victor (Imagens em Dissenso)

Museu de Arte Moderna. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo.
Terça a sexta, 12h às 18h; sábado e domingo, 11h às 18h. R$ 14,00. Grátis às quartas.
Até 17 de junho.