Tardes Polêmicas – 17/11

DIA 17/11 – Sexta-feira às 18h
ENTRADA FRANCA

Mulheres, Loucura e Luta Antimanicomial

Melissa de Oliveira Pereira

Psicóloga e Doutoranda em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca ENSP/Fiocruz. Professora do Curso de Especialização em Saúde Mental e Atenção Psicossocial ENSP/Fiocruz.

À luz da ciência ocidental moderna o estatuto de doença mental reserva às mulheres algumas perspectivas e métodos mais particulares, com especial consequência para os tratamentos, as instituições, a vida social e, mesmo, a definição do que deve ser a mulher. A afirmação da inferioridade biológica feminina, marcada por uma suposta predisposição à fragilidade moral e ao enlouquecimento, ganha contornos ainda mais severos e específicos em relação às mulheres negras, na propulsão de esterótipos de lascívia, perversão e desordem mental relacionadas a estas. Mas, afinal, quem são as mulheres consideradas loucas? Como foram suas experiências atravessadas pelas instituições e serviços em geral? O que as próprias mulheres contam sobre suas loucuras e o que têm a dizer sobre os aspectos que afetam diretamente suas vidas? A fim de uma mirada sobre outras tramas, propomos uma aproximação de mulheres consideradas loucas e/ou que tiveram suas vidas atravessadas por instituições, através de suas falas, escritos, produções literárias e artísticas, numa tentativa de lançar luz sob outras cenas que reinventam experiências diversas.

NOVO HORÁRIO: 18h