Curso – Lacan pensa a clínica psicanalítica (Parte 1)

Lacan pensa a clínica psicanalítica
(Parte 1)
Professor: Pedro Cattapan – Psicanalista, membro do EBEP-Rio, pós-doutorado em Teoria Psicanalítica pelo PPGTP-UFRJ, Doutor em Saúde Coletiva pelo IMS-UERJ, professor associado do departamento de psicologia do IHS-UFF.
Horário: Sextas-feiras, 17h à 18h30
Duração: 10/07 à 21/08
Máximo: 98 alunos
No espírito de introduzir ao público as tramas do pensamento de Jacques Lacan, dessa vez, o objetivo deste curso é destacar pontos importantes na trajetória deste psicanalista até sua “excomunhão” que devem ser tratados verdadeiramente como intervenções clínico-políticas no âmbito da psicanálise  (um curso subsequente tratará do percurso lacaniano após tal evento). Nestes anos de embate com uma certa prática psicanalítica que se afastava do valor subversivo da psicanálise, Lacan fez operar uma escuta de afirmação do sujeito – e não da norma -; para isso, precisou retornar a Freud e tentar delimitar o que é uma psicanálise, a que serve, o que produz. Nos sete encontros deste curso, abordaremos intervenções-chave de Lacan a respeito do tempo lógico, da lida com a resistência, da utilidade clínica de pensar a experiência do sujeito através de RSI, da dimensão ética da psicanálise, da clínica da psicose e das necessárias críticas às psicanálises da época e à importância que se dava ao problema da contratransferência.

7 encontros:

1. O tempo lógico, 10-7
2. Resistência e escuta, 17-7
3. RSI no discurso do paciente, 24-7
4. Crítica ao tratamento-padrão, 31-7
5. Clínica da psicose, 7-8
6. A ética da psicanálise, 14-8
7. Crítica da contratransferência, 21-8

INFORMAÇÕES E DÚVIDAS SOBRE OS CURSOS ONLINE:

Whatsapp: (21) 98485-5796 ou, preferencialmente, via E-mail: ebep@dh.com.br